10.10.17

Chupeta sim ou não?

Este foi um tema que veio a minha cabeça após ver um menino de chupeta com 7 anos. A mãe diz que serve só para acalmar a birra ou o sono. Mas afinal isso faz bem ou mal? Será realmente necessário? Será que fazemos bem em dar a chucha desde o inicio?
Há imensas perguntas, mas algumas delas fizeram-me pensar de verdade, e foram perguntas da minha querida Irina Vaz Mestre do blogue Estaca Zero.

-Quando pensas em tirar a chucha como te ficas a sentir?
-E como achas que se sentirá a criança?
-E quando equacionas manter a chucha?
-Como te ficas a sentir e como achas que se sentirá a criança?
-Qual a tua intenção como mãe?

Estas perguntas fizeram-me recordar o tanto desgostoso que foi retirar a chupeta á Mariana, que era como um remédio para ela, para acalmar a birra, para acalmar o choro, para dormir mais consolada, para ser bebé. Na verdade, acho que quando vamos tirar a chupeta cedo, vamos não por nós, mas pelo que os outros dizem, ou porque temos um familiar que nos atira a tromba "ah o meu já tirou a chupeta a imenso tempo ", e nós ficamos constrangidos porque a criança é mais nova que o nosso rebento e ficamos ainda mais constrangidos quando mais alguém se lembra de se meter no assunto e dar aqueles palpites de m**da que ninguém pede mas fazem questão de dar.
Eu fiquei destroçada quando a Mariana largou a chupeta, andávamos sempre a volta dela, porque queríamos que ela, por sua iniciativa o fizesse sozinha, de modo a que não fosse tão doloroso para ela. Não doeu, mas custou, custou ela querer dormir e não ter a "rolha" para por na boca, custou quando estava com sono e quer acalmar o mau humor e não a ter e fazer aquele som de chuchar tão gostoso que só nós mães sabemos o que é!
Custou-me mais a mim do que a ela, de vez em quando ela aparece com uma das chuchas que cá escondo por casa, ela já não sabe como a usar, perdeu o jeito e já não consegue colocar na boca, mas ainda assim, deixo que ela de vez em quando brinque com ela.
Dei a chupeta desde que ela estava na maternidade, mas não pegou, só em casa, mais tarde comprei uma chucha mais pequena e ela aí conseguiu pegar nela. Acreditem não queria que fosse a chupeta a maneira de ela conseguir acalmar as cólicas e o sono, mas antes isso que o dedo !
Pior coisa que a chucha é mesmo o dedo, põe os dedos grandes e os dentes tortos, não é de todo uma boa opção e como disseram, não dá para tirar o dedo como se faz á chucha!
Cada um de nós é que sabe o melhor para o seu filho, não nos cabe a nós julgar, não o devemos fazer, mas eu como mãe, sou apologista da chupeta, e sou apologista e irmos falando e incutindo a ideia de que a chupeta irá um dia desaparecer a longo prazo, para que a criança não se sinta mal, nem tenha algum trauma ou dificuldade no sono e ao longo do dia, devido a chucha.








E como foi a vossa experiência com os vossos ?






4.10.17

O quarto da Mariana

Finalmente vim mostra-vos como ficou o quarto da Mariana!
Deu trabalho, devido ao espaço ser limitado, mas acho que ficou super giro, e todo de menina! Adora ir deitar-se na cama e poder "ler" os seus livros ou brincar com as suas bonecas na cama. Agradeceu, e agradece todos os dias pelo quarto (não sei porquê 😂), toda contente e embevecida por ter aquele seu cantinho. Tudo IKEA, como sempre ! Mas ficou espectacular o resultado!







2.10.17

4º Aniversário

Já faz algum tempo que não venho aqui, a Mariana fez dia 27 os seus 4 anos, e está cada vez mais castiça! 😃
Fizemos a festa no Parque Biológico da Serra das Meadas em Lamego.
Ofereceram-nos os bilhetes e levamos o nosso sobrinho também.
Adoraram, obviamente, portaram-se bem, mas com crianças o silêncio nunca reina, e os animais escondiam-se deles que estavam tão ávidos por poder vê-los.
A festa como sempre é feita com toda a popa e circunstância como só ela merece, o bolo estava qualquer coisa de delicioso, e a decoração, estava um amor 😍😍

Tiveram várias actividades, tiveram a pintar uma moldura, e colocaram foto com o porquinho da índia e trouxemos para casa, fizeram uma caça ao tesouro e tiveram a pinhata (ultima foto).
Algo possível de repetir de certeza!
O bolo foi a Solar D'ouro que fez e a decoração foi a Amor em Papel
Ficam aqui as imagens desse dia :



























26.7.17

Diy Dia dos Avós

Como prometido aqui fica os links para poderem fazer o download do Diy do dia dos Avós
Postal e casinha que podem rechear com docinhos.
O postal eu imprimi apenas num lado, dobrei e na parte da frente recortei os avós e as palavras e decorei ao meu gosto.
Espero que gostem !














Postal
Casinha

24.7.17

BEAUTY BEYOND SIZE

A convite do blogue She Writes venho falar-vos um pouco deste conceito.
Isto começou por causa de uma plus size, Ashley Graham,e uma hashtag denominada #beautybeyondsize.
Por causa disso, muitas pessoas começaram a pensar e a ver-se de outra maneira.
Já aqui escrevi, que não tenho preconceito por as pessoas serem gordas ou magras, como eu também, penso assim de mim. Sempre odiei os meus braços e agora adoro-os, e uso t-shirts de manga cavada.
Aumentei de peso, e não tenho problemas de saúde nenhuns como tantas gordinhas por aí, fui mãe e isso fez de mim mulher como muitas outras.
 Barriga descaída e flácida, celulite e estrias por todo o corpo, cara mais rechonchuda e peito maior.
Não tenho vergonha.
 Nunca tive vergonha de me mostrar, nunca me escondi, e nunca o irei fazer.
Fui á praia este fim de semana, e fui sem vergonha de mostrar a casca de laranja nas coxas ou a barriga descaída após uma barriga enorme que carreguei durante nove meses e sim, muito descuido devido a não me entender nem gostar de mim, mas isso mudou.
Somos mulheres e devemos ter o máximo orgulho nisso possível!
Não interessa que sejamos magras demais ou pesadas demais, temos de gostar de nós próprias!
Não quero saber se me vão julgar por estar vestida de uma maneira em que a sociedade entende que só quem tem determinado físico o pode fazer, mas afinal quem disse isso??
Eu posso andar de calções sim!
Eu posso usar um vestido justo para mostrar as minhas curvas, hell yeah!
Sou assim como sou e adoro-me por ser assim, e não apenas uma imagem que todos queriam que fosse, isso é falso e isso não se enquadra nos meus princípios.
Já dizia o ditado "gordura é formosura!" e se somos mais felizes dentro do corpo em que estamos, temos mais que é mostrar isso a aquelas mulheres que ficam em casa a deprimir porque não gostam de nada em si.
Não há nada que não possamos fazer! Não há nada que não possamos vestir!
Somos plus size, não somos uma doença!
Somos mulheres e não peões nesta sociedade fria!
Há que revolucionar as mentes, e termos orgulho em cada uma de nós!
#beautybeyondsize


              

20.7.17

Não metam o bedelho!

Quando não se pede a opinião, uma pessoa agradece que não opinem.
Mães, de todo o mundo, devem estar tão saturadas de ouvir sempre a mesma porcaria quando estão com os filhos ou a falar dos filhos:
"Ainda não fala, o meu neto já fala desde 1 ano"
"Ainda não anda, a minha filha já anda muito bem"
E agora??
Por favor lembrem-se que se ninguém vos pede a opinião, não a dêem, e muito menos comparem!
É mau para nós e mau para as crianças.
Todas têm o sei ritmo de crescimento e todas têm de estar livres de pressão.
A minha Mariana vai fazer dentro de uns meses 4 anos e ainda fala a bebé e há palavras que não se expressa corretamente e ainda não diz os 'R' dentro das palavras e se for a comparar com o meu sobrinho que só difere uma semana dela na idade, ele fala muito melhor e não vou, nem posso comparar um com o outro, porque todos são diferentes na evolução.
A Mariana já expressa muitas vezes a desilusão de que os amigos fazem e dizem e ela não, e sei que isso a entristece, mas nunca farei pressão para que ela aprenda á  força.
Não somos todos iguais, podia dizer que ela sai a mim e fala lindamente desde os 2 como eu falei, mas não é.
Todas as crianças precisam de calma e ir ao seu ritmo, não façam deles robots, nem prodígios, deixai as crianças serem crianças e que aprendam á  maneira deles, sem pressão, sem regras rígidas para aprender.
Quando são eles á querem aprender melhor, mas forçar não é saudável.
Posso dizer que "criei" um molho de filhos (primos) e estou muito contente por estar a educar desta maneira a Mariana e saber que ela vai ter muitas recordações da sua feliz e maravilhosa infância e que eu fiz por isso. Terão tempo de aprender. Terão tempo de ser sabichões. Terão tempo de marrar nos livros.
Deixai as crianças serem felizes.

4.7.17

Transição dos 3 anos para os 4

Fases.
É o que dizem que será.
Birras intermináveis, brincadeiras com coisas perigosas, não consegue ouvir um não,
chora por tudo e por nada, fica nervosa e bate-se caso a contrarie, não obedece a um pedido, tem de ter as coisas na hora ou então não se cala de a pedir.
Nunca tem sono mas adormece logo, não respeita simples regras, quando se lhe ensina algo diz que ela é que sabe e nós não, anda com a bicha solitária e come sem destino.
Também tem coisas boas, anda mais meiguinha, canta sozinha, brinca mais , faz histórias, tenta ler livros usando apenas as imagens, faz de nós os seus bebés, sai da cama e vem acordar-nos com gritos de "mãe tenho fome".
Nem tudo é fácil e cada vez mais isto se adensa, mas compensa tudo quando sai aquele "amo-te muito".
Quanto á fala, ela está a melhorar, mas também anda mais preguiçosa, não aceita opiniões nem ajudas, é tudo quero, posso e mando, quero acreditar que seja só uma preguiça de excesso de mimo que a "prive" de falar os "r's" , dizem que é normal, afinal ela sabe dizer bem o "rato" mas "comprar" ou "falar" não diz sem os "l".
Esperemos que melhore!